Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘misturinha’

Hoje é dia de unhas no Secrets! =D

Esse post não tá na categoria Esmalte do Momento porque faz um teeeempo que usei ele! Mas depois desse post aqui da querida Debs sobre misturinhas, resolvi mostrar pra vocês as minhas brincadeiras de alquimista.

Eu sempre quis um lilás pastel fofo. Tenho o lavanda, da Colorama Nutri & Verniz, mas é ralo demais! Pode por 5 camadas que ainda fica transparente =( Então meu objetivo era chegar na mesma cor, só que cremoso.

E lá fui brincar. Usei o Polar, da Big, como base (branco-francesinha) e pinguei um pouco do Lira, também da Big (tipo um renda) pra não ficar corretivo demais. A partir daí, minha filha, fui pingando o Diamante Roxo da Risqué e misturando bem até ficar no tom que eu queria: um esmalte lilás perfeito!

Mas nem tudo sai como a gente quer… Resolvi, do alto da minha (não) sabedoria esmaltística, querer que o esmalte tivesse brilhinhos. Pois então, pinguei um glitter furta-cor da Impala, e um big fail. Os brilhinhos do glitter foram cobertos pelo pigmento do esmalte, e ele ficou só com uma textura meio granulada. A sorte foi que eu coloquei mega-pouquinho, senão tinha que jogar tudo fora.

Acho que se olhar de pertinho dá pra ver as pedrinhas de gliter...

Lendo o post da Debs aprendi que, se eu queria com brilhos, devia ter colocado um branquinho cintilante como base (é isso, né, Debs?). Mas, como é misturinha, nada me impede de mexer nela mais um pouquinho…

Ah, e não esqueçam de participar da promo do kit Outspoken by Fergie, ok?

Anúncios

Read Full Post »

Olá!

Eu sou a Debs e vocês podem me encontrar no Twitter como @manga_eyes. Já aqui no Secrets, as meninas me chamaram para falar sobre esmaltes… e o primeiro post é sobre misturinhas!

As misturinhas são um parto para algumas pessoas, mas não têm segredo nenhum. O que você tem que lembrar é de quando brincava de massinha na infância: às vezes você queria uma cor nova, misturava tudo na afobação e perdia a massinha toda, lembra?

Com esmaltes também é assim: o esquema é fazer tudo com muita paciência, pra não perder todo o vidrinho. Por isso, galera, é legal ter uma boa idéia do que você quer da sua nova cor antes de começar.

Pra exemplificar, eu fiz umas misturinhas lindonas, indicadas pelo Unha Bonita: transformar os manjadinhos Matte Fluors da Impala em pasteis de fundo néon, do jeito que a gente anda bem louca pra usar ultimamente.

Uma coisa que funciona muito bem é manter esmaltes básicos pra auxiliar, como Branco Pétala, Batida de Coco, Branco Puríssimo, Renda ou Paris. Aí os outros esmaltes funcionam para adicionar cor nessa base. Para escurecer de novo, equilibre com gotinhas de algum preto bem forte ou cinzas como o Arábia.

Eu, particularmente, gosto de manter a coleção Rendas do Brasil da Risqué pra usar em misturinhas. Isso porque essa coleção tem brancos com várias texturas e brilhinhos, podendo servir perfeitamente pra arrematar o acabamento que meu esmalte novo terá.

Um exemplo bacana nessas misturas que eu fiz é o do Shock Pastel (vamos chamá-los assim, hihihi?). Como achei que ele ficou muito próximo do Selene da B.U., pra dar uma diferenciada, eu usei como base o antigo (não sei se fabrica mais) Quartzo Rosa da Colorama, que tem uns brilhinhos bem discretos. O resultado é uma textura totalmente diferente e girlie! Isso é pra gente ver que receita de misturinha nem sempre sai do jeito que a gente quer, mas não é pecado dar um toque particular especial.

A Dani do Unha Bonita inventou um jeito bem fácil de ensinar a medida: contando em segundos enquanto o esmalte despeja. Alguns blogs ensinam as misturas por partes (1/3 disso, 1/3 daquilo) então é legal fazer tudo num vidro bem limpo, o que você pode conseguir com acetona. Na hora de misturar, não tenha medo de usar o palitinho de laranjeira pra “bater a massa”.

Então tome nota das dicas pra sua misturinha não dar errado:

–     Tenha sempre esmaltes básicos para misturinha: Brancos leitosos, Pretos bem escuros e Brancos translúcidos do tipo Renda (o tradicional), são básicos para chegar aos tons que você quer.

–     Foque em qual acabamento você quer na sua misturinha: leitoso, cintilante, com brilhinhos, translúcido…o esmalte de base branca que você usar é que vai ditar esse acabamento.

–     Caso a cor que você queira seja escura, não exagere no volume do branco de base, ou você nunca vai chegar no tom. Às vezes é melhor usar como base um acinzentado ou uma cor mais próxima da que você quer mesmo.

–     Tenha um palitinho de laranjeira limpo para ajudar: quando você despeja os dois esmaltes, eles não vão se misturar como água. Mexa com o palitinho, feche e chacoalhe bem.

–     Limpe com cuidado o vidro que vai receber a nova cor, com acetona.

–     Não exagere se precisar pingar óleo de banana, ou a mistura fica aguada!

De resto, só fica uma dica: a cobertura e o acabamento nunca ficam perfeitos, principalmente se você usa esmaltes de marcas diferentes. Não exija tanto de si mesma: se até a Impala, Big Universo e La Pogee, que tem fábricas enormes, vivem errando a mão e lançando esmaltes difíceis de trabalhar, num é a gente brincando de química em casa que não pode errar isso. Qualquer coisa é só tacar um roxinho da Avon, Cobertura Transformadora da Colorama ou um Matte Plus da Big que o acabamento se torna perfeito.

O orgulho é ver sua criação em suas mãozinhas depois, enquanto todo mundo te pergunta “Onde você comprou essa cor incrível?”. Sintam-se a vontade para responder que “Essa é EX-CLU-SI-VA”, haha.

Que tal vocês aproveitarem as dicas e fazerem misturinhas em casa? Fotografem tudo e mandem pra gente ver!

Beijão e até a próxima

Debs

Read Full Post »

Amigas esmaltólatras, quem também se apaixonou pelo esmalte que a Chanel exibiu no desfile primavera/verão 2010?

O Particulière povoou os sonhos de muita gente, até mesmo nas terras brasileiras… E o que fazer quando a gente não tá nem um pouco afim de pagar a fortuna que eles pedem num vidrinho de esmalte?

Misturar.

Confesso que eu tenho medo de brincar de alquimia – pingar x gotinhas disso mais x gotinhas daquilo e misturar não faz a minha cabeça. E, na semana passada, o site Chic resolveu meus problemas!

Domingo foi dia de colocar a mistura à prova! Usei os esmaltes indicados pelo site, mas acrescentei uma camada do Citrino Nude (é, eu to devendo post dessa nova coleção, prometo que essa semana ele sai). Achei que fechou um pouquinho a cor, já que o meu Capuccino tá muito novo – e ralinho. (não façam isso em casa. Ficou muito grosso, descascou tudo ontem – e eu tirei e passei de novo, dessa vez sem o Citrino =D)

A Ale, minha (futura) madrinha de casamento tava aqui em casa e se apaixonou pela cor! Acabei passando nela também – e fomos assim, de unhas gêmeas e ultra moderninhas, pro cinema.

Misturinha delícia! E sem melecas =D

Read Full Post »